Donnie Darko

Revista de Cinefilia e Crítica do Instituto Federal Câmpus Cidade de Goiás

Donnie Darko

No filme Donnie Darko, elementos da tragédia são colocados dentro de uma ficção cientifica, criando um drama utilizando a subjetividade de um adolescente esquizofrênico em meio uma sociedade conservadora dos anos 1980. Outro detalhe do complexo roteiro e direção de Richard Kelly é o uso de conhecimentos da física quântica como buracos de minhoca e viagem no tempo, utilizando uma linguagem das áreas cientificas para explicar os acontecimentos que surpreendem o espectador diante de toda a trama.

Donnie é um jovem brilhante e excêntrico que cursa o colegial, mas despreza a grande maioria dos seus colegas de escola. Ele tem visões, em especial de um coelho monstruoso o qual apenas ele consegue ver, que o encorajam a realizar brincadeiras destrutivas e humilhantes com quem o cerca. Até que um dia uma de suas visões o atrai para fora de casa e lhe diz que o mundo acabará dentro de 28 dias 6 horas 42 minutos e 12 segundos. Donnie inicialmente não acredita na profecia, mas momentos depois um avião cai bem no telhado de sua casa, quase o matando. É quando ele começa a se perguntar qual o fundo de verdade da sua previsão.

Os personagens apresentam uma complexa profundidade, pois todos estão ligados de certa forma ao fim de mundo eminente e capacidade de salvá-los que cabe apenas a Donald. Em meio ao cotidiano são apresentados sua família composta por mãe (Mary McDonnell), pai (Holmes Osborne), irmãs (Maggie Gyllenhaal e Daveigh Chase) numa casa de classe média no subúrbio de uma pequena cidade. Outros personagens secundários importantes para o protagonista são Gretchen Ross (Jena Malone) e Roberta Sparrow ou vovó morte (Patience Cleveland) que introduzem acontecimentos importantes ao arco dramático proposto ao personagem. Cherita Chen (Jolene Purdy), Kitty Farmer (Beth Grant), Ronald Fisher (Stuart Stone), Seth Devlin (Alex Greenwald) e outros fazem parte do núcleo escolar de Donnie. E por ultimo Frank (James Duval), o coelho sinistro que aparece nas alucinações em diversos momentos do filme e está presente numa festa feita por sua irmã no ultimo ato do filme.

Após receber a primeira visita de Frank e ganhar superpoderes para fazer diversas coisas pela cidade, o espectador fica admirado do que ele pode ser capaz de fazer. Mas sua superioridade intelectual fica mais evidente em uma discussão que ele tem com seus amigos próximos a casa da vovó morte. Os dois amigos discutem sobre os smurfs e dão opiniões desonestas para parecerem engraçados, mas Donnie explica que eles estão errados e acaba por gerar um desconforto em um deles questionando a sua inteligência.

 

Outra qualidade do filme é o ritmo e equilíbrio entre falas e musicas. O inicio da obra se dá todo por ações e gestos. Os planos da cidade montanhosa ao nascer do dia (com pássaros cantando e um barulho de trovões com Donnie adormecido ao fundo numa estrada deserta) tem início com uma musica com um piano bem melodramático mostrando a incerteza do motivo dele estar ali. Logo em seguida planos acompanham Donnie voltando para casa de bicicleta, ao som de “The Killing Moon” da banda Echo and The Bunnymen. Nessa sequência de planos é apresentada a casa da família Darko e todos os seus integrantes.

Várias outras cenas possuem trilha Sonora em sua composição, como a cena após Donnie ser atingido pela turbina de avião em seu quarto. O uso frequente de musica pop oitentista é utilizado em momentos marcantes do filme, porém a ênfase é dada em maior parte pelos diálogos longos em torno de Donnie.

O caminho trilhado por Donnie durante todo o percurso da trama é complexo, mas feito em camadas. A primeira parte está ligada ao personagem de Drew Barrymore, uma professora de inglês que em uma aula discute com seus alunos um livro em que adolescentes inundam uma casa. Isso leva Donnie á inundar a escola um pouco depois e a fincar um machado em uma estátua metálica na porta da escola. Do encontro com a vovó morte, quando seu pai quase a atropela, vem a frase “toda criatura desse mundo morre sozinha” (que seria um prelúdio para sua morte por meio de uma viagem ao passado). Todo o congecimento envolvendo esta viagem vem de um livro que ele ganha do seu professor de física no qual a autora é Roberta Sparrow, a vovó morte. O primeiro beijo entre Donnie e Gretchen acontece após uma apresentação na aula de física, o que resulta em mais tarde em uma ida ao cinema e com a icônica cena do incêndio. Existem mais outras várias passagens propostas várias vezes por Donnie, que indicam o que deve ser feito, mudando relativamente demais todas as relações.

Quando Donnie descobre mais tarde como fazer sua viagem no tempo, o conhecimento é todo adquirido exatamente pelo livro da vovó morte – apesar de contar também com as informações que Frank deixa pra ele de onde acontecerá um buraco negro e tudo o que ele tem que fazer para poder viajar. Do alto das montanhas em que aparece no começo do filme, ele volta ao passado morrendo em seu quarto na noite em que a turbina de avião cai em seu quarto. Antes de tudo isso acontecer, Donnie fala para o amigo de Frank após ter dado um tiro em seu olho que tudo ficará bem. Donnie faz acenos de felicidade quando olha pra Gretchen morta enquanto ele está quase pra viajar no tempo, pois sua missão de morrer no passado está cumprida. O conhecimento e mudança da realidade mudam o jeito introvertido de Donnie que passa a agir diferente, pois conseguiu salvar todas as pessoas que ama.

 

Todo esse reconhecimento faz Donnie deixar de ser apenas um adolescente simples passando por problemas psiquiátricos, mas a partir de agora um salvador do mundo, apaixonado, um filho exemplar ou irmão melhor. Donnie não liga apenas para si, mas agora com todos.

Até que Gretchen é atropelada e depois Donnie atira em Frank por ter a atropelado. Total ligação com a cena do cinema em que Frank mostra um portal na tela da sala depois de ter mostrado seu rosto e seu olho ferido. Gretchen está morta, mas Donnie feliz por está completando sua missão.

Ele viaja no tempo e voltar para seu quarto, onde será morto pela turbina do avião. Nunca irá conhecer sua futura namorada e causa tristeza em sua família por sua morte na juventude. O sentimento agridoce ao final de Donnie Darko é resultado de uma obra complexa, que exige do espectador atenção e envolvimento em uma trama que se revela uma experiência única. São sentimentos conflitantes provocados no espectador e resumidos ao final, quando Gretchen acena para a mãe de Donnie. Um filme que merece a status de cult.

 

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS